NOTÍCIAS

A Garantia da Vitória da Igreja de Cristo na Tribulação*


Augusto Nicodemos Lopes em seu livro "O que você deve saber sobre batalha espiritual", narra a seguinte história:

"Um certo escravo cristão cujo patrão costumava zombar de sua fé em Cristo, dizendo: Não vejo qual a vantagem de ser cristão. Eu não creio em Cristo e detesto o Cristianismo. Entretanto, sou um homem rico, sem problemas, e tenho tudo na vida. E você, que professa servir a esse Cristo, não passa de meu escravo, nada tem neste mundo e passa por muitos sofrimentos. Como explica isto? E o pobre escravo ficava sem resposta."

O livro do Apocalipse foi escrito pelo apóstolo João quando se encontrava exilado na ilha de Patmos por causa do evangelho como vemos em Ap 1.9. 


Apocalipse não tem a intenção de nos revelar quem é o Anti-Cristo, que dia Jesus vai voltar, etc. mas revelar sim o Senhor Jesus Cristo, Glorificado e Vencedor, cuidando da Sua Igreja em todos os momentos, principalmente nos de tribulação.

Talvez, assim como aquele pobre escravo, você também tem passado por tribulações, problemas, perseguições, angústias, etc. e não sabe o por quê e muito menos as respostas para tal situação. 

Hoje vamos aprender que Deus faz distinção entre o Seu povo e os ímpios na tribulação e preserva o Seu povo que é selado, salvo e lavado no sangue do Cordeiro, Jesus Cristo que tira os pecados do mundo. 

Vamos orar agora e pedir a Deus que traga essa noite ao seu coração, à sua mente as respostas e principalmente, tranquilidade para você poder passar, vencer e superar a tribulação que você tem passado.

I - O Selo do Deus Vivo garante Vitória para a Igreja
João começa o capítulo sete de Apocalipse narrando o que ele viu depois destas coisas, isto é, depois do que ele viu no capítulo seis, a abertura de seis dos sete selos que haveriam de ser revelados por Jesus Cristo. O que João vê agora são quatro anjos, um em cada canto da Terra. Eles seguram os ventos para que não soprem nem sobre a terra, nem sobre o mar, nem sobre árvore nenhuma.

Mas a visão de João não para por ai. Ele também vê um quinto anjo que sobe do lado do sol nascente. Esse quinto anjo é diferente dos outros quatro. Pelo menos no que nos é revelado nos versos do capítulo sete, pois esse anjo possui algo que os outros quatro não possuem,
ele tem o Selo do Deus Vivo. 

Esse quinto anjo tem autoridade sobre os outros quatro anjos, pois ele ordena que eles não danifiquem nem a terra, nem o mar e nem as árvores até que os servos do nosso Deus estejam todos selados.

Aqui vemos que ao contrário do que muitos dizem por ai, a Igreja já passa pela tribulação. Willian Hendriksen, interpretando esse trecho das Escrituras, diz que a Igreja não será poupada "da" tribulação e sim "na" tribulação. A ordem do anjo é clara, não danifique até que todos tenham sido selados.

Esse Selo é o que há de mais precioso sob o céu. A bíblia fala do Selo em um sentido tríplice:
  1. Um selo que protege contra adulteração.
  2. Um selo que marca propriedade.
  3. Um selo que certifica caráter genuíno.
O Cristão é selado nesse tríplice sentido.

O Cristão é selado:
  1. O Pai o selou, pois ele goza de sua proteção ao longo da vida.
  2. O Filho o selou, pois ele foi comprado e redimido com o seu sangue precioso.
  3. O Espírito Santo o selou, pois ele certifica que somos filhos de Deus.
João não vê os 144:000 mas ele ouve esse número. O número é simbólico e indica a Igreja de Cristo vitoriosa no Antigo e no Novo testamento.

O 3 indica a Trindade operando.

Multiplicando 3 por 4 temos o número 12 que representa a Igreja do Antigo Testamento na pessoa dos 12 Patriarcas e no Novo Testamento com os 12 Apóstolos.

Se multiplicarmos 12 x 12 = 144.

1000 é nada mais que 10 x 10 x 10, ou seja, um cubo perfeito. O símbolo da perfeição para os Gregos.

A Igreja conhece desde o século I o que é tribulação. Já no livro de Atos dos apóstolos vemos nos primeiros capítulos, Pedro sendo perseguido, depois Estevão, Paulo e outros. É importante entendermos que as igrejas que receberam primeiro esses versos estavam passando por perseguições. E ao longo da história e até os dias de hoje e até que o Senhor Jesus volte a Igreja passará por grandes tribulações. Mas aqui Deus está separando o seu povo, os 144:000.

Sim, a Igreja está passando pela tribulação, mas a visão da Igreja na tribulação é diferente da visão do ímpio. Isto porque os crentes são selados com o Selo do Deus Vivo e Deus conhece os seus.

Em II Timóteo 2:19 lemos: "Todavia o firme fundamento de Deus permanece, tendo este selo: O Senhor conhece os que são seus, e : Qualquer que profere o nome do Senhor aparte-se da injustiça.". A tribulação é o Juízo de Deus para o ímpio, e é provação para os Salvos pelo Sangue de Jesus; salvação essa que garante a vitória da igreja na tribulação. Bem aventurado o homem que suporta, com perseverança, a provação; porque, depois de ter sido  provado, receberá a coroa da vida, a qual o Senhor prometeu aos que o amam. Tiago 1.12

O Selo do Deus vivo nos garante a Vitória 

II - A Salvação do Deus Vivo garante Vitória para a Igreja
O verso nove começa da mesma forma que o verso um, "Depois destas coisas". Ou seja, há uma sequência na visão de João, mas não necessariamente nos acontecimentos.

Agora, João vê uma multidão que ele não pode contar de todas as tribos, povos e línguas. Em Gênesis 15:5 Deus diz a Abrão: "...Olha agora para o céu, e conta as estrelas, se as podes contar. (...) Assim será a tua descendência." Deus é fiel e a Sua Palavra se cumpre. A descendência de Abrão está diante do trono perante o Cordeiro, com vestes longas e brancas e com palmas nas mãos. Essa descendência hoje é chamada de Igreja de Cristo. Ela está diante do trono porque é vencedora. Passou pelas provas da tribulação. 

No capítulo 6:9-11, é aberto o quinto selo, João vê debaixo do altar as almas dos que foram mortos por causa da Palavra de Deus e por causa do testemunho que deram. Eles clamam com grande voz por justiça e vingança. Eles então recebem vestes brancas e a instrução para que esperem ainda por um pouco de tempo. As vestes brancas significam santidade e pureza.

As palmas nas mãos significam a Salvação que é chegada através de Jesus Cristo. Em João 12:13 lemos: "Tomaram ramos de palmeiras, e saíram ao seu encontro, gritando: Hosana! Bendito é aquele que vem em nome do Senhor! Bendito é o rei de Israel!". João nos traz a lembrança essa acontecimento com Jesus Cristo para nos lembrar que ele continua Reinando de forma Soberana. No verso 10 de Apocalipse a incontável multidão clama com grande voz: "Salvação ao nosso Deus, que está assentado no trono, e ao Cordeiro.". 

Os servos do Deus Vivo salvos em Cristo Jesus passaram pela tribulação e venceram não por mérito próprio, mas por causa do sangue; suas vestes brancas fazem um contraste com o vermelho do sangue de Cristo, como diz em I Jo 1.7b "... e o sangue do nosso Senhor Jesus Cristo, Seu Filho, nos purifica de todo pecado.".

As longas vestes são brancas não porque os crentes passaram pela tribulação e venceram, não são brancas por mérito próprio, mas sim porque eles foram lavados no sangue do Cordeiro. Isaías 1.18 nos revela que "Vinde, pois, e arrazoemos, diz o SENHOR; ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornar ão como a lã.".

III - O Sangue de Cristo garante Vitória para a Igreja
O anjo faz uma pergunta para João: "estes que estão vestidos de branco, quem são?". É como se João estive tão impressionado com a cena de adoração que está a sua frente que ele então se esquece da turma de branco e começa a prestar atenção apenas nos anjos. A pergunta do anjo não é para satisfazer a sua curiosidade e sim para chamar a atenção de João para algo que merecia mais destaque na visão, a multidão que viera da grande tribulação, e que lavaram suas vestes no sangue do Cordeiro.

O que João está vendo são as pessoas que não se iludiram com o que o mundo lhes oferecia, mas buscaram a face de Deus. Pessoas que enquanto passavam por tribulações recorriam ao Deus Todo Poderoso. Que durante a tribulação confessaram o nome do Senhor Jesus. Que deram testemunho da fé, que pregaram a Palavra da Salvação, as Boas Novas de Cristo.

Essas pessoas estão diante do trono de Deus não para serem julgadas, mas para servirem de dia e de noite no seu templo. Agora elas não terão mais medo porque Deus estenderá o seu tabernáculo sobre elas. Na mente dos judeus, a palavra "tabernáculo" ou "tenda" tem sempre
a conotação de proteção, conforto e esperança.

O povo selado e salvo agora será apascentado pelo Cordeiro. Há uma inversão de papeis, pois o cordeiro é que precisa ser apascentado, mas na visão de João, o Cordeiro é que irá apascentar e conduzir até as fontes das águas da vida.

Conclusão
Lembram do escravo que tinha um patrão que ficava o tempo todo lhe apurrinhando e zombando de sua fé? 

"Um dia, ele saiu acompanhando seu patrão numa caçada a patos selvagens. O homem era excelente atirador, e com poucos tiros conseguiu derrubar vários patos que passavam em revoada sobre a lagoa. Depressa, disse ele ao escravo, vá logo buscar aqueles feridos que ainda estão vivos, pois ainda podem escapar. Deixe os mostos para depois, eles não vão mesmo a lugar nenhum. Enquanto o escravo obedecia, a luz brilhou em seu coração. Ao voltar com as aves abatidas, disse ao seu senhor: Mestre, agora tenho a resposta à sua pergunta. Os meus sofrimentos neste mundo se explicam da mesma forma como o senhor me orientou a buscar os patos. O diabo vai no encalço dos que ainda estão vivos e deixa em paz os que já estão mortos. Ele procura tornar a minha vida o mais miserável que possa, pois estou vivo em Cristo, e posso escapar de suas garras. Enquanto isto, ele o deixa em paz, pois, morto em suas ofensas e pecados, o senhor já lhe pertence.


Se você tem passado por tribulações, saiba que Deus está ao seu lado. Cristo morreu por você, para que você tenha vida Eterna. E por isso hoje ele o convida para entregar sua vida a Ele. Se arrepender de seus pecados e confessá-lo como único e suficiente Salvador de sua vida.


Referências Bibliofráficas:



  • LOPES, Augusto Nicodemos. O Que Você Precisa Saber Sobre Batalha Espiritual. Cultura Cristã: São Paulo/SP - 1ª edição. Pg 15-16
  • HENDRIKSEN, William. Mais Que Vencedores. Cultura Cristã: São Paulo/SP - 1ª edição 2001. Pg 152-153

  • *Sermão Expositivo em Profecias apresentado pela primeira vez ao Seminário Teológico Presbiteriano Reverendo Denoel Nicodemos Eller como parte dos requisitos da disciplina de Prática de Pregação IV em Novembro de 2007

    Comentários

    Postagens mais visitadas deste blog

    21 Maneiras de saber se você é um BABACA